.

.

.

.

.

.

'Quando acordei tinham 33 caras em cima de mim', diz vítima de estupro no Rio

|

'Quando acordei tinham 33 caras em cima de mim', diz vítima de estupro no Rio
Dois dos envolvidos no caso de estupro coletivo a uma jovem de 17 anos no Rio de Janeiro já foram identificados pela polícia. Segundo informações do jornal O Globo, a vítima, que segundo o relato dos agressores, teria sido estuprada por 30 homens, foi encaminhada na manhã desta quinta-feira (26) para o setor de ginecologia do Hospital Maternidade Maria Amélia para fazer exames. A jovem tentou fugir diversas vezes do hospital. 

"Quando acordei tinham 33 caras em cima de mim. Só quero ir para casa", disse ao Globo. Ela passou a madrugada no Instituto Médico Legal e já prestou depoimento na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que investiga o caso. A polícia pedirá a prisão preventiva dos suspeitos identificados até o momento.

 O pai da menina relatou que o estupro ocorreu na última sexta-feira (20) no Morro São João, na Praça Seca. “Ela foi num baile, prenderam ela lá e fizeram essa covardia. Bagunçaram minha filha. Quase mataram ela. Estava gemendo de dor. Ficou tão traumatizada que só conseguia chorar”, disse chorando e muito abalado. A conta do Twitter do homem que divulgou o vídeo foi excluída. Nas imagens, a jovem aparenta estar dopada e tem suas partes íntimas exibidas. O rosto de um dos agressores também aparece. Bahia Notícias

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting