.

.

.

.

.

.

Quase quinhentos homicidas foram presos na Bahia este ano

|

Incursões da polícia baiana foram responsáveis pela prisão de 489 homicidas no estado entre 1º de janeiro à 21 de agosto de 2016. Os dados são do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e representam um aumento de 23% da produtividade quando comparados com o mesmo período de 2015 (374 assassinos foram tirados de circulação). 

Entre os presos em 2016 está Claudomiro Santos Rocha Filho, conhecido como "Nicão", autor de pelo menos 18 mortes, que atuava na RMS e pertencia ao Baralho do Crime da SSP. Resistiram e morreram em confronto este ano os também procurados pela polícia Dílson da Paz dos Santos, o "Renato Químico", responsável por pelo menos 22 homicídios, e Tarcísio Antônio Silva Itaparica, o "Bibiu", autor de pelo menos 30 assassinatos. Ambos agiam no Subúrbio Ferroviário. 

"As forças de segurança estaduais estão trabalhando como nunca e os reflexos dessas atuações são o aumento da produtividade e as reduções dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em Salvador (18,9%) e na RMS (3,5%) no segundo semestre deste ano", ressaltou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Ainda segundo o titular da pasta, nas reuniões semanais de avaliação foi percebido um pequeno aumento nos CVLIs, no primeiro semestre (comparado com 2015) e que alguns ajustes foram feitos para aperfeiçoar o policiamento. Ele destaca a contratação de 1.700 PMs, que entraram para corporação em 2016, além dos 557 policiais civis, em processo de nomeação (Bocão News).

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting