.

.

.

.

.

.

santa rosa

Sírio que vive em Salvador há quase um ano relata trajetória no Brasil

|

O jovem Sírio Imad Murad, 25 anos, tem uma das poucas histórias felizes de um país afogado em tragédias e desespero causado por uma guerra que parece não ter fim. Imad veio da cidade de Sweda há um ano, e está em Salvador há 10 meses. Atualmente ele trabalha como garçom no restaurante Boteco do Caranguejo, no bairro do Imbuí e tem uma vida tranquila, com um sorriso e gentiliza já conhecido pelos clientes e colegas de trabalho.
Imad conversou com a reportagem do Bocão News falou da sua trajetória entre a Síria e o Brasil e a vida soteropolitana. As comidas baianas, como o acarajé, já são familiares e estão entre as preferidas de Imad. Entre tantas lágrimas em um país, que segundo a Unicef, tem mais de 5 milhões de crianças precisando de ajuda, o jovem sírio consegue relatar boas lembranças de Sweda, cidade natal, onde Imad afirma que não foi atingida pela guerra. Segundo ele, apenas pelos efeitos na economia.
Apesar da paixão por Sweda, Imad se diz muito apaixonado pelo Brasil e até pretende casar com uma brasileira, mas a saudade e o sonho de trazer a família de volta são evidentes no depoimento do sírio que se emociona quando fala seu povo e seus familiares em um português esforçado entre o sotaque árabe.

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting