.

.

.

.

.

.

Sócio da Telexfree confessa 'fraude' e 'conspiração' à Justiça americana

|

Sócio da Telexfree confessa 'fraude' e 'conspiração' à Justiça americana

Um dos proprietários da Telexfree, o americano James Merril, admitiu à Justiça de Massachusetts ser culpado por "fraude" e "conspiração", de acordo com informações do jornal The Wall Street Journal. Ele e seu sócio brasileiro, Carlos Wanzeler, são acusados de montar um esquema de pirâmide financeira para venda do serviço de telefonia Voip, que teve adesão de cerca de 1 milhão de pessoas. A confissão de Merril foi feita na tentativa de acordo com os promotores para redução de pena. Mesmo que o acordo seja fechado, ele poderá pegar até 10 anos de prisão e terá de devolver US$ 140 milhões em bens. O julgamento de Merril está previsto para fevereiro de 2017. Wanzeler é considerado foragido nos Estados Unidos. A companhia começou a atuar no Brasil em 2012. A Telexfree oferecia serviço de chamadas de longa distância mais baratas pela internet, prometendo ganhos de mais de 200% ao ano para quem publicasse anúncios e trouxesse novos clientes. De acordo com as investigações realizadas nos EUA, menos de 1% do que a empresa recebia vinha dos produtos de telefonia. A apuração concluiu que a Telexfree a é um esquema de pirâmide disfarçado. (Bahia Notícias) 

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting