.

.

.

.

.

.

Jequié: Câmara ignora pressão popular e aprova aumento para prefeito, vice, secretários e vereadores

|

Insatisfeitos, os jequieenses elevaram o tom de voz, e aos gritos de “revoga, revoga”.
A temperatura subiu na Rua 2 de Julho, na noite desta terça-feira (20), depois que a Câmara Municipal de Jequié votou o aumento dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores eleitos e reeleitos, bem como dos futuros secretários municipais. Dezenas de pessoas, convocadas principalmente pelas mídias sociais, tentaram pressionar os vereadores a desistirem do reajuste, porém, muitos deles sequer acompanharam a votação. Isto porque a reunião durou poucos minutos. “Num piscar de olhos eles decidiram pelo reajuste” protestou um dos manifestantes em entrevista ao repórter Dell Santos (Jequié FM 89,7) durante sua cobertura à sessão e aos protestos.

nsatisfeitos, os jequieenses elevaram o tom de voz, e aos gritos de “revoga, revoga” permaneceram na porta da Câmara até 21h30min, até que os vereadores conseguiram deixar o local. Segundo relatos do repórter Dell Santos, em alguns momentos o clima ficou bastante tenso no lado de fora. Como algumas pessoas estavam começando a ficar com os ânimos mais exaltados, a polícia militar se postou na porta da Câmara. Doze vereadores votaram favoráveis à aprovação (Soldado Gilvan, Tinho, Dorival Júnior, Chico de Alfredo, Ivan do Leite, Beto de Lalá, Joaquim Caíres, Zé Simões, Colorido, Manoel Gomes, Deyvison Batista e Neto da Água), enquanto o vereador Pé Roxo votou contra. De janeiro em diante o subsídio do prefeito será de R$20 mil, do vice R$ 15 mi, secretários municipais e vereadores R$ 12.660. *Blog Jequié e Região

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting