.

.

.

.

.

.

Prisões impedem assalto a banco, armamentos e explosivos são apreendidos

|

Após monitoramento realizado pela polícia resultou na prisão de um grupo que planejava assaltar o Banco do Brasil, do município de Várzea Nova. A quadrilha foi desarticulado por uma operação integrada, liderada pela Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, Polícia Federal, e pelas Companhias Independentes Litoral Norte e Cerrado e a 85ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), nesta sexta-feira (20). A operação aconteceu nas cidades de de Luis Eduardo Magalhães, Barreiras e São Desidério.
Segundo a assessoria de comunicação da SSP-BA, o grupo também é apontado como autor da tentativa de roubo ao cofre da empresa Ambev, na última semana, ação também frustrada pela polícia baiana. Entre os presos estão Cleiton Rocha Gomes, Denise Silva de Jesus, Carlos Batista de Araujo e Dilson Ribeiro dos Santos. Eles foram encaminhados à sede da Coordenadoria de Polícia do Interior de Barreiras.
Para a ação criminosa em Várzea Nova, a quadrilha contava com dois fuzis, duas espingardas calibres 12 e 20, duas pistolas 380, aproximadamente 1.400 munições e 12 carregadores compatíveis com os fuzis, além de 42 emulsões para o preparo de explosivos, grande quantidade de cordel, espoletas e oito máscaras. O secretário da pasta, Maurício Teles Barbosa, destacou a importância da integração e parceria entre as polícias. "A prisão desta quadrilha é mais uma prova de que a polícia baiana é integrada e que o fruto desta parceria é o bem estar para toda a população. Mostra também a importância de haver uma fiscalização mais severa do Governo Federal nas nossas fronteiras, impedindo a entrada de armas como as apreendidas na operação", afirmou o secretário da SSP, Maurício Barbosa. (Bocão News)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting