.

.

.

.

.

santa rosa

Professores de Feira de Santana, na Bahia, entram em greve

|

Professores ocupam a sede da Secretaria da Fazenda de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Divulgação/APLB)

Os professores de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, seguem com as atividades paradas nesta segunda-feira (27). Eles suspenderam as aulas por 10 dias em protesto contra a Reforma da Previdência, mas nesta segunda-feira, quando o trabalho seria retomado, a categoria definiu pela continuidade da greve, por tempo indeterminado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), os profissionais pedem reajuste salarial, reformulação do plano de carreira, além da contratação de novos profissionais. Nesta tarde, os professores ocupam a sede da Secretaria da Fazenda da cidade, com o objetivo de fazer as reivindicações.

"Nós queremos um reajuste de 7,64 %, mas já recebemos uma proposta da prefeitura. O que queremos agora é que eles vejam o plano de carreira, que é muito antigo. Estamos na Secretaria da Fazenda para forçar a negocição do plano, oficialize as horas extras e falam a contratação de mais professores", disse Marlede Oliveira, presidente da APLB. Com a paralisação, cerca de 46 mil alunos que estudam na rede municipal de Feira de Santana, estão sem aulas. A rede possui 1.670 professores.

Na manhã desta segunda-feira, o prefeito José Ronaldo anunciou que o ponto dos professores que não forem trabalhar deve ser cortado. Segundo o gestor, mais de 70% das escolas funcionaram durante a paralisação de 10 dias. O prefeito disse que a gestão municipal não tem como arcar com novas despesas que seriam geradas pelas mudanças no plano de carreira reivindicadas pela APLB.

De acordo com a diretora municipal de ensino, Jozelia Araújo, as aulas serão repostas nas unidades que tiveram greve. A Secretaria de Educação diz estar avaliando o que pode ser feito para atender os pedidos da categoria. Informou ainda que discute com os professores a possibilidade de um plano de carreira dos professores diferente da dos demais servidores municipais. (G1 Bahia) 

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting