.

.

.

.

santa rosa

Supermercado da Economia

Image and video hosting by TinyPic

Messi oferece pagamento de R$ 1,9 milhão para evitar pena de prisão de 21 meses

|

Messi oferece pagamento de R$ 1,9 milhão para evitar pena de prisão de 21 meses
O craque argentino Lionel Messi se ofereceu a pagar uma multa adicional de 500 mil euros (aproximadamente R$ 1,9 milhão) para garantir que ele vai evitar o cumprimento da pena de prisão de 21 meses por fraude fiscal, que assim deverá ser suspensa por um juiz, revelou nesta sexta-feira (23) o Ministério Público espanhol. A promotora Isabel López Riera disse à agência de notícias The Associated Press que o acordo de pagamento de multa por hora foi apresentado pelos advogados de Messi ao juiz que vai definir se suspende a sentença de Messi, como é amplamente esperado. E a promotora disse que não se opõe ao acordo. Lopez Riera explicou que os advogados de Messi fizeram uma oferta similar para o pai do jogador do Barcelona, Jorge Horacio Messi. Eles sugeriram o pagamento de 360 mil euros (R$ 1,34 milhão) para evitar a sentença de 15 meses por ajudar seu filho a burlar impostos. Na Espanha, sentenças de prisão inferiores a 24 meses para infratores pela primeira vez podem ser suspensas por um juiz. O advogado do governo que representa o Departamento de Impostos da Espanha no caso também poderá avaliar o acordo proposto. No ano passado, um tribunal de Barcelona apontou Messi e seu pai como culpados pelo não pagamento de 4,1 milhões de euros (R$ 15,3 milhões) em impostos entre 2007 e 2009. Os valores eram relacionados a contratos de imagem do jogador argentino. Messi foi multado em 2 milhões de euros (R$ 7,5 milhões) e seu pai em 1,5 milhão de euros (R$ 5,6 milhões). Ambos foram originalmente condenados a 21 meses (veja aqui), mas a sentença de seu pai foi posteriormente reduzida a 15 meses. Em casos semelhantes, o astro Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e o técnico José Mourinho, com passagem pelo clube espanhol, também foram acusados nas últimas semanas de sonegarem impostos no país. Ambos negam terem cometido qualquer irregularidade. Bahia Noticias

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting