.

.

.

.

santa rosa

Supermercado da Economia

Image and video hosting by TinyPic

Polícia Federal cumpre prisões em nova etapa da operação Lava Jato

|

(Foto: Reprodução/G1)
A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (3) mais uma etapa da operação Lava Jato no Rio de Janeiro. O foco da ação é a cúpula do transporte rodoviário. A força-tarefa cumpre oito mandados de prisão, dos nove que foram expedidos.
Na noite deste domingo (2), a força-tarefa da Lava Jato cumpriu um mandado de prisão contra Jacob Barata Filho. Um dos maiores empresários do ramo de ônibus do Rio de Janeiro, ele foi preso no Aeroporto Internacional Tom Jobim, ao tentar embarcar para Lisboa, Portugal. O empresário já estava na área de embarque quando foi detido.
De acordo com as investigações, foram rastreados R$ 200 milhões em propina pagos pelos investigados a políticos do estado. Agentes também fazem buscas nas cidades de São Gonçalo e Paraíba do Sul, no estado do Rio de Janeiro, e nos estados do Paraná e Santa Catarina.

Segundo informações do portal G1, Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro), foi preso em Florianópolis. Agentes da PF também cumprem mandados de busca e apreensão no Leblon, Zona Sul do Rio.
Por volta das 6h30, agentes da PF estavam no apartamento de Lélis Marcos Teixeira, presidente da Fetranspor, na Lagoa, Zona Sul do Rio. Lélis já havia sido levado em condição coercitiva em outra operação da Lava Jato e desta vez tem um mandado de prisão contra ele.

Policiais federais também estavam, no mesmo horário, em um condomínio na orla da Barra da Tijuca, para cumprir mandado de prisão contra José Carlos lavoura, integrante do conselho da Fetranspor.

Outro alvo da operação é Marcelo Traça Gonçalves, presidente do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário do Rio de Janeiro. (Bocão News)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting