.

.

.

.

.

.

Ubatã: Ex-presidente da câmara na mira do Ministério Público

|

(Foto/Arquivo)
O ex-presidente da Câmara Municipal de Ubatã, Fernando Fernandes da Silva, o FF, juntamente com alguns ex prefeitos, consta na relação de gestores que deixaram de prestar contas até o dia 31 de maio, prazo final previsto em lei, conforme o Tribunal de Contas do Município (TCM).

Fernando foi vereador durante quatro mandatos, e no biênio 2015/2016 foi eleito presidente da casa. Em abril de 2016, FF renunciou o cargo alegando questões pessoais. No entanto o ex-vereador vinha sofrendo acusações, e convivendo com fortes críticas e denúncias, inclusive por parte do Ministério Público que pediu o afastamento do cargo, por suposto Ato de Improbidade Administrativa relacionado à realização do concurso da Câmara Municipal. 

De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), em todo o estado, 39 ex-prefeitos, nove ex-presidentes de câmaras de vereadores e dois dirigentes de autarquias não cumpriram o que determina a lei.

O presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, alerta que, mesmo com atraso, os gestores ainda devem fazer a prestação de contas. Os gestores que não entregarem a documentação também serão punidos com a rejeição e multados depois da tomada de contas. Em tempo Fernando Fernandes e os demais acusados podem sofrer punição por parte da corte de contas e serem denunciados pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), por crime de improbidade administrativa. (Notícias de Ubatã)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting