.

.

.

.

.

.

Advogado diz que PGR usou documentos falsos na denúncia contra Temer

|

Advogado diz que PGR usou documentos falsos na denúncia contra Temer

O advogado Rodrigo Tacla Durán, afirmou durante a Comissão Parlamentar de Inquérito da JBS, que os documentos utilizados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na denúncia contra o presidente Michel Temer, são falsos. O advogado, que é réu na Lava Jato, afirmou que possui uma perícia que mostra que os sistemas internos da Odebrecht foram adulterados antes de serem entregues ao Ministério Público. Tacla Durán trabalhou para a empresa de Marcelo Odebretch e na UTC, e foi citado por executivos em delações premiadas, apontado como doleiro. O advogado negou ter cometido crimes e afirmou ter fornecido apenas serviços jurídicos. "A perícia comprova que os extratos do Meinl Bank são falsos. Comprovam também que o sistema Drousys da Odebrecht foi manipulado e adulterado, antes, durante e depois de ter sido bloqueado pelas autoridades da Suíça. Isso quer dizer que essas informações não se prestam como provas pra incriminar quem quer que seja, muito menos deputados, senadores e o presidente. A prova é nula", declarou Tacla Durán.

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting