.

.

.

.

.

.

Porto Seguro: afastada após operação da PF, Claudia Oliveira ainda “segue” como prefeita

|

[Porto Seguro: afastada após operação da PF, Claudia Oliveira ainda “segue” como prefeita ]
Afastada no dia 7 de novembro deste ano, da prefeitura de Porto Seguro, no sul da Bahia, Claudia Oliveira (PSD) ainda é tratada como a gestora do município. Pelo menos, é assim que a então prefeita é tratada em publicações feitas nas redes sociais e no site da prefeitura. Humberto Adolfo Gattas é apresentado como prefeito em exercício.

Claudia foi afastada juntamente com o prefeito e seu marido, José Robério Batista de Oliveira (PSD), de Eunápolis, além do gestor de Santa Cruz de Cabrália, Agnelo Santos (PSD). Eles foram alvos de mandados de condução coercitiva - quando são levados para prestar depoimento. A Polícia Federal (PF) pediu a prisão dos três prefeitos, mas o Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou.
As investigações da PF apontam que as prefeituras envolvidas contratavam empresas relacionadas ao grupo familiar para fraudar licitações, simulando a competição entre elas.

Em um dos casos, a polícia apurou que uma das empresas do esquema tinha como sócio um ex-funcionário de outra empresa do grupo criminoso, que teria investido R$ 500 mil integralização do capital. Os policiais federais descobriram, no entanto, que a renda mensal do ex-funcionário era de apenas R$ 800 à época.(Bocão News)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting