.

.

.

.

.

.

Irmãos de 16 e 17 anos são resgatados de fazenda em situação de trabalho escravo; vítimas bebiam água de rio há 9 anos

|

Alojamento de menores que trabalhavam em situação análoga a escravidão, em fazenda na Bahia (Foto: Divulgação/ MPT-BA)
Alojamento de menores que trabalhavam em situação análoga a escravidão,
em fazenda na Bahia
Dos irmãos adolescentes foram resgatados em situação de trabalho escravo, em uma fazenda na cidade de Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia. As vítimas têm 16 e 17 anos.
De acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), um dos irmãos contou que eles chegaram no local ainda pequenos, há cerca de 9 anos. Eles foram levados pelo pai, que também já tinha trabalhado na mesma fazenda, como opção para sair da pobreza e escapar da fome.

A casa fornecida pelo proprietário não tinha água encanada nem eletricidade. As vítimas bebiam água de um rio que era usado pelos animais. Além disso, o líquido era armazenado em pote de lubrificante.
Conforme o MPT, as condições de trabalho, moradia e higiene a que os menores estavam expostos eram péssimas. 

Os jovens eram submetidos a diversos riscos, que comprometiam o desenvolvimento físico, mental e social. Para preservar as vítimas, os nomes não foram divulgados. Os irmãos foram resgatados no dia 14 de março, durante uma inspeção do MPT, mas a informação só foi divulgada nesta segunda-feira (9). Conforme o órgão, eles foram encontrados em situações altamente degradantes. Informações do G1

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting