.

.

.

.

.

.

Fazendeiro e comerciante envolvidos na morte de líder sem terra são presos

|

Fábio dos Santos foi morto em 2013
Foram presos nesta quarta-feira (11) em Iguaí, Sudoeste da Bahia, quatro suspeitos de envolvimento na morte do líder sem terra Fábio dos Santos Silva, assassinado com 15 tiros em 2 de abril de 2013 no povoado de Palmeirinha, zona rural da cidade.

As prisões do fazendeiro Délcio Nunes Santos, do comerciante Márcio Fabiano Cunha Borges e dos vaqueiros Arenaldo Novais da Silva e Neuton Muniz da Silva ocorreram em suas residências, em Iguaí, onde a polícia encontrou armas de fogo. Também envolvidos no crime, o fazendeiro Welder Leonardo Gusmão Amaral e o vaqueiro Ricardo Neves de Oliveira não foram localizados e estão foragidos.

A Polícia Civil informou que 15 equipes cumpriram seis mandados de prisão e 22 de busca e apreensão em diferentes localidades. Revólveres, espingardas, um rifle e munições foram apreendidos. Os envolvidos no crime foram denunciados à Justiça em julho de 2017 pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). O fazendeiro Délcio Nunes Santos e o vaqueiro Ricardos Neves de Oliveira são acusados de terem recebido R$ 10 mil para executarem a vítima.

O MP-BA apontou como um dos motivos do homicídio a atuação de Fábio Santos nas lutas em defesa da Reforma Agrária, o que prejudicava os “interesses dos denunciados”. Informações do Correio

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting