.

.

.

.

.

.

Brasil sairá da 'ONU comunista' se for eleito, diz Bolsonaro

|

Brasil sairá da 'ONU comunista' se for eleito, diz Bolsonaro

O Brasil deixará a ONU (Organização das Nações Unidas), um antro "de comunistas", caso Jair Bolsonaro seja vitorioso no pleito presidencial, prometeu o presidenciável do PSL. "Se eu for presidente, eu saio da ONU. Não serve para nada esta instituição", disse Bolsonaro neste sábado (18), numa cerimônia de cadetes da Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), em Resende (RJ).

"Saio fora, não serve para nada, é um local de reunião de comunistas e de gente que não tem o menor compromisso com a América do Sul", disse após ser questionado pela reportagem sobre a decisão favorável de um comitê da ONU pela candidatura do ex-presidente Lula.

O bom filho a casa torna: ali o capitão reformado Bolsonaro se formou, nos anos 1970, ele e também seu vice, o general Antonio Hamilton Mourão. E sobre um concurso da PM paranaense que pedia "masculinidade" para as mulheres que desejassem integrar a corporação, esse princípio deveria valer na escola militar onde se graduou?

"Logicamente, alguma coisa talvez a mulher não possa fazer aqui, enfrentar uma marcha de 54 km, que é como a gente fazia aqui na academia, não sei se isso seria adequado para elas", afirmou Bolsonaro. "Pelo que sei no momento, elas estão aqui vindo mais para a área técnica, não para a infantaria, para a cavalaria. Quem sabe num segundo momento."

Um comunicado à imprensa avisava que "30 mulheres pioneiras na linha combatente empunharão pela primeira vez o próprio símbolo da honra militar", uma réplica da espada de Duque de Caxias. Difícil foi localizá-las no meio da tropa de 418 fardados. (BN)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting