.

.

.

.

.

.

EBAL E EX FUNCIONARIOS FECHAM ACORDO QUE INCLUI INDENIZAÇÃO QUE PODE CHEGAR A R$ 3 MILHÕES

|

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
Clemilson Lima: O Ministério Público do Trabalho enviou para homologação junto ao TRT5 um acordo celebrado que beneficia cerca de 1.700 ex funcionários da EBAL demitidos com o fechamento das lojas Cesta do Povo em todo o Estado.
Fruto de uma negociação coletiva o acordo foi fechado nos autos de uma Ação Civil Pública que o MPT move contra a estatal baiana e prevê pagamento de R$ 3 milhões de Indenização por Danos Morais para todos de demitidos, nos últimos 3 anos, desde que aprovados em concurso público e o limite de R$ 10 mil para cada um deles, além da manutenção dos ex empregados no plano de saúde PLANSERV, desde que seja feita a opção pelo plano e o pagamento da contribuição mensal.
As informações são do advogado Clemilson Lima Ribeiro que representa dezenas de clientes que foram demitidos e faz parte da de uma comissão criada no TRT5 para buscar uma solução para os demitidos, principalmente a reintegração ao cargo.

Clemilson Lima: Segundo o advogado Clemilson Ribeiro, esse acordo não tem qualquer relação com os processos individuais em andamento, movidos pelos funcionários demitidos, cobrando, dentre outras verbas, hora extra, dobra de domingos e feriados trabalhados e seus reflexos nas parcelas do contratos.

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting