.

.

.

.

.

.

TSE nega pedido de Lula para que emissoras sejam obrigadas a cobrir sua campanha

|

Imagem relacionada
O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que emissoras de televisão o incluam em suas coberturas para a eleição presidencial. A decisão foi divulgada na noite dessa sexta-feira (24).

O PT ingressou com o pedido, sob a alegação de que a TV Globo tem agido de forma "antidemocrática" e utilizado "o seu poder de comunicação para desviar toda e qualquer atenção do referido candidato". Eles querem que a emissora acompanhe o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Além de ser representante de Lula, ele foi registrado na chapa presidencial como candidato a vice e será alçado ao posto de candidato a presidente se o TSE indeferir o registro de candidatura de Lula. Diante desse quadro, a Globo argumentou que o ex-presidente está preso em Curitiba e, por ser condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, não pode ter uma cobertura feita pelo jornalismo da emissora.

De acordo com a publicação, o ministro considerou que o caso é de complexidade e exige oitiva das representadas e a manifestação do Ministério Público Eleitoral (MPE). A Globo e as demais emissoras -- SBT, Record, Band e RedeTV -- deverão apresentar uma manifestação dentro de dois dias. (Bahia Notícias)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting