.

.

.

.

.

.

Ubatã: Sessão da Câmara discute regularização do terreno do Estádio Municipal

|

 Em sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Ubatã, realizada na noite da quinta-feira (31/08), foi discutida a questão da regularização do terreno onde está localizado o Estádio Municipal Almenisio Braga Lopes, o Miuzão.

As discussões iniciaram-se após alguns falas dos edis com relação a informação de que pessoas que no passado doaram o terreno para construção do estádio, estariam pleiteando indenizações da Prefeitura para "liberarem" a legalização da área.

Ocorre que desde a construção, o terreno onde se localiza o Estádio nunca foi juridicamente legalizado, o que faz com que vários lotes que compõe o local sejam, no papel, de propriedade particular. Tal fato impede que o Estádio receba recursos para reformas, á exemplo da instalação de arquibancada.

O vereador Vado Alexandrino, em um discurso inflamado, afirmou que várias pessoas no passado doaram os terrenos, e por falhas de ex gestores não se regularizou a área, causando grande embaraço para atualidade, como o fato do Estádio não possui Arquibancada, e eventuais reformas serem embargadas pelo problema do terreno. Com isso, a Seleção de Futebol de Ubatã tem mandado seus jogos em Gongogi, o que para Vado é inadmissível.

Os vereadores Gabriel Nascif e Paulo Silva JR abordaram sobre os meios legais de regularização da área, a exemplo da Declaração de Usucapião ou Desapropriação, além das discussões com relação a legalidade de indenização em alguns casos.

O fato é que os vereadores encaminharam requerimento ao Poder Executivo, e prometem cobrar providências para que o município regularize a situação do Estádio. Desportistas e comunidade aguardam !(Notícias de Ubatã)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting