.

.

.

.

.

.

Após mais de 300 denúncias de abusos sexuais, Justiça decreta prisão de João de Deus

|

Após mais de 300 denúncias de abusos sexuais, Justiça decreta prisão de João de Deus
A Justiça de Goiás determinou a prisão preventiva de João de Deus, na manhã desta sexta-feira (14). O Ministério Público havia entrado com o pedido de prisão após recolher mais de 300 denúncias de abusos sexuais contra o médium de 76 anos. Ele é suspeito de praticar os abusos durante tratamentos espirituais, na Casa Dom Inácio de Loyola, onde atende no município goiano de Abadiânia.

Segundo informações do G1 GO, um dos advogados que defende João de Deus, Thales Jayme, disse que foi informado sobre o mandado de prisão, mas até às 12h30 do horário de Brasília, ele ainda não tinha recebido o documento. Jayme disse também que ainda não tinha falado com o médium hoje.

“Foi dito hoje, por uma fonte fidedigna, que a prisão havia sido decretada. Estava de posse do mandado de prisão e com alguns policiais trabalhando”, explicou o advogado por telefone.

As denúncias contra João de Deus ganharam repercussão após 10 mulheres o denunciarem no programa Conversa com Bial, exibido na madrugada do último sábado (8), na TV Globo. Desde então, mas de 300 vítimas relataram abusos cometidos pelo médium.

João de Deus nega todas as acusações. Ao comparecer à Casa Dom Inácio de Loyola, na manhã de quarta (12), ele disse quer "cumprir a lei brasileira".

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting