.

.

.

.

.

.

Governo vai fechar empresa que cuida da Fiol

|

Imagem relacionada
O governo pode encerrar as atividades e extinguir a Valec até março, dentro do plano de desestatização de todas as atividades que possam ser assumidas pela iniciativa privada.
Outro motivo é a dependência completa do Tesouro Nacional para manter a estatal, atolada em denúncias de fraudes nas licitações, superfaturamento e esquema de propinas nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma.
Criada por Lula, a Valec foi aparelhada pelo PT e alvo constante de investigações sobre irregularidades nas obras e denúncias que levaram seu presidente para a cadeia. A empresa tem 983 empregados com salário médio é de R$ 9.500.
Um dos problemas é que 99% do custo da empresa tem que ser bancado pelo Tesouro Nacional porque ela não gera receita suficiente. Todos os empregados serão demitidos e os ativos vendidos para pagar as dívidas.
Privatização
A intenção do presidente Jair Bolsonaro é privatizar as ferrovias, o que eliminaria um encargo pesado sobre o governo e daria mais eficiência às operações. Parte das funções pode ser assumida pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).
Apesar de concursados, os empregados serão demitidos porque as atividades da Valec serão encerradas. Não é o caso de tentar vender a estatal, já que não existe interesse do mercado em empresas deste tipo, com altos custos e pouco rendimento.
A liquidação provavelmente será aprovada em fevereiro pelo conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), formado por ministérios, bancos públicos e a Presidência da República. O futuro da ferrovia terá que ser replanejado. (A Região)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting