.

.

.

.

.

.

Focos de queimadas na Bahia aumentam em 61%

|

[Focos de queimadas na Bahia aumentam em 61%]
Os focos ativos de queimadas registrados na Bahia sofreram um aumento de 61% neste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, entre os meses de janeiro e agosto. O dado foi levantado pelo BNews com base em números públicos do Programa de Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o relatório, foram localizados, até esta sexta-feira (23), 2.254 focos ativos de queimadas no estado, contra 1.393 focos ativos em 2018. Neste ano, o mês que registrou o maior número de focos foi março, com 475 ativos.

Engenheiro Ambiental, Mestre e Doutor em Geologia Ambiental, o professor da Unifacs Victor Vieira explica que essas queimadas podem ocorrer espontâneamente, por acidente, ou, ainda, de forma provocada. "Mas a maior parte é ação humana", diz.

O especialista afirma que o aumento de 61% nos focos ativos é preocupante. Segundo o professor, é necessário um plano de ação mais combativo do poder público. "Tem que questionar o governo. O que tá fazendo em relação a isso? Por que um aumento de 61%? Se é natural, o que é feito pra mitigar e controlar, então?", questiona. *Com informações do Bocão News

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting