.

.

.

.

Após reunião de líderes, senadores rejeitam todos os pontos de projeto que muda regras eleitorais

|

[Após reunião de líderes, senadores rejeitam todos os pontos de projeto que muda regras eleitorais]
Após reunião de líderes do Senado com o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), na tarde desta terça-feira (17) ficou decidido que todos os pontos de mudança das regras eleitorais do PL 5.029/2019 foram rejeitados; o valor do financiamento de campanha foi mantido, sem acordo para aumento.

Segundo o senador baiano Otto Alencar (PSD), a pauta será votada tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, quanto em Plenário, ainda nesta terça.

Havia pressão para aumentar a verba do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhão para até R$ 3,7 bilhões, mas o projeto não define valores. Apesar da discussão, isso só será decidido no fim deste ano, na votação do Orçamento-2020.

Outro ponto do projeto que causava polêmica era a proposta de liberação do uso das verbas para vários tipos de gastos, como passagens aéreas até para pessoas não filiadas, aquisições de sedes partidárias e gastos com advogados e contadores.

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting