.

.

.

.

Corpos de vítimas de acidente de avião em Maraú seguem para SP

|

O corpo da jornalista e relações públicas Marcela Brandão Elias, 37 anos, que ficou carbonizado após o acidente aéreo que sofreu em Maraú, no sul da Bahia, foi finalmente identificado neste domingo (17). Primeira vítima fatal da queda do bimotor Cessna 550, sua identificação só foi possível graças a exames de arcada dentária. A irmã dela, Maysa Mussi, foi a segunda vítima e morreu neste sábado (16).

O ex-piloto de Stock Car Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, o Tuka Rocha, 36 anos, também teve a morte confirmada no domingo (17) após ter 80% do corpo queimado. Os dois últimos estavam internados no Hospital Geral do estado (HGE). Os corpos dos três já foram liberados pelo Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), que aguarda apenas os familiares resolverem os trâmites para o traslado até São Paulo.

Sete vítimas do acidente permanecem internadas no Hospital Geral do Estado (HGE) e estão em estado grave: Eduardo Trajano Elias, Eduardo Brandão (de 6 anos e filho de Marcela e Eduardo); Eduardo Mussi, marido de Maysa Mussi e irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi (PP-SP); Marcelo Constantino Alves, neto de Nonô Constantivo, fundador da Gol; Marie Cavelan, Fernando Oliveira e Aires Napoleão Guerra, piloto do avião que caiu nesta quinta-feira (14). *Com informações do CORREIO

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting