.

.

Nova fase da Lava Jato mira repasses da Oi a filho de Lula

|

Resultado de imagem para filho de Lula
A PF (Polícia Federal) deflagrou a 69ª fase da Operação Lava Jato na manhã desta terça-feira (10). O objetivo da ação é buscar provas na investigação sobre repasses financeiros suspeitos, realizados por empresas do grupo Oi/Telemar em favor de empresas do grupo Gamecorp/Gol, controladas pelo filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fábio Luis Lula da Silva, além de Fernando Bittar, Kalil Bittar e Jonas Suassuna.

As autoridades cumprem 47 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal. Batizada de Mapa da Mina, a operação tem como objetivo apurar crimes de corrupção ativa e passiva, organização criminosa, tráfico de influência internacional e lavagem de dinheiro envolvendo contratos e/ou acertos suspeitos que geraram repasses milionários a um grupo econômico integrado por pessoas físicas e jurídicas investigadas na 24ª fase da Lava Jato.

As apurações indicam que pagamentos, realizados entre 2004 e 2016, superiores a R$ 132 milhões, foram realizados sem justificativa econômica plausível, ao tempo em que o grupo Oi/Telemar foi beneficiado por diversos atos praticados pelo Governo Federal.

As investigações apontam que as empresas do grupo Gamecorp/Gol não possuíam mão de obra e ativos compatíveis com a efetiva prestação dos serviços para os quais foram contratadas pela Oi/Telemar.

Foram mobilizados 200 policiais federais e 15 auditores fiscais para o cumprimentos dos mandados, expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba. *Com informações do R7

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting