.

.

‘A investigação está dentro do padrão’, diz delegado sobre desaparecimento de jovem em Barra do Rocha

|

O desaparecimento de Daniela dos Santos Nascimento, de 26 anos, ocorrido no dia 28 de abril, tem causado grande angústia e preocupação nos familiares e amigos da jovem. Eles cobram agilidade nas investigações do caso e vêm fazendo uma série de manifestação desde o sumiço de Daniela.

Ao repórter Dig Moral, o delegado substituto de Barra do Rocha, Dr. Nadson, comentou sobre o caso e andamento das investigações. “A gente entende essa angústia da família, somos solidários, mas eu quero deixar a população e família tranquilas porque o trabalho está sendo realizado da melhor forma, inclusive estamos trabalhando nesse caso também nos finais de semana e feriados, dia e noite. A investigação está dentro do padrão. Mas eu tenho deixar claro que não há mágicas, é como um quebra-cabeças, um mosaico que a gente precisa juntar peça por peça. O inquérito é sigiloso. Então qualquer informação divulgada pode atrapalhar as investigações. Não é interesse da investigação informar os passos e ainda menos interessante os próximos passos, não há lógica nisso. Quero deixar bem claro que a família está sendo assistida por uma advogada que tem acesso aos autos e pode ver o trabalho que está sendo feito”, comentou o delegado.

Em um vídeo que circula nas redes sociais (ver aqui), Célia, mãe da jovem faz um apelo pedindo resposta da justiça em relação ao desaparecimento de sua filha. O sumiço de Daniela se aproxima dos 30 dias. Célia afirma que sua filha recebeu uma ligação de alguém que parecia ser próximo dela. Em seguida ela saiu de casa e desde então, não foi mais vista. No dia do aniversário do filho da jovem, 6 de maio, familiares e amigos realizaram um protesto na BR-330, pedindo agilidade da Polícia Civil nas investigações. (Giro Ipiaú)

 

©2011 NOTÍCIAS DE UBATÃ ::: Conectado com Você !!! | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Ubatahosting